Lancheira saudável e criativa para a volta às aulas!


Confira como preparar um lanche saboroso e nutritivo para seu filho –
incluindo produtos industrializados

Volta às aulas! E com elas, o desafio de fazer uma lancheira gostosa e saudável! Incluir frutas, sucos naturais e uma proteína, como queijos leves, é sempre indicado. Mas será que também vale colocar alimentos industrializados? A influenciadora digital Camila Verdeja, criadora do Gourmet Jr., e mãe do Santiago, 5 anos, afirma que sim, desde que se escolha bem os produtos. “Não tem jeito, com a correria do dia a dia, muitos pais lembram do lanchinho na última hora e compram algo industrializado…. A gente sabe que a melhor opção é a natural, com alimentos fresquinhos, diz Camila. “Mas escolhendo bem, eles podem ser aliados para manter uma alimentação equilibrada”, completa ela.

A nutricionista Fernanda Saccoletto, consultora do Gourmet Jr. Concorda. E vai além: “É importante ler o rótulo e checar os ingredientes. Devemos escolher aqueles com menos aditivos e açúcares. Hoje há várias opções como barrinhas de frutas, purê de frutas, biscoitos salgados integrais”, diz ela. “Uma boa opção também para incluir na lancheira são preparações feitas em casa como bolos, pães, tortas (veja receitas no site www.gourmetjr.com.br. Esta é uma boa maneira de variar a oferta de alimentos, sabores e nutrientes”, afirma.

Confira as dicas e de como escolher os produtos. Camila mostra ainda como incluir frutas e legumes no lanche e o melhor jeito de conservá-los. E lembre-se: chame seu filho para ir ao supermercado, à feira e escolher o que pôr na lancheira. Assim eles ficam com mais vontade de experimentar novos sabores!

Cuidados que você deve tomar com os lanchinhos industrializados:

1.    Lista do supermercado:
·         Biscoitos de polvilho sem gordura trans
·         Cookies com farinha integral
·         Sucos de frutas integrais e sem açúcar
·         Bolachas salgadas integrais
·         Bolachas de arroz
·         Bisnaguinhas e pães de forma integrais
·         Barrinhas de sementes, castanhas e frutas


- Leia sempre a lista de ingredientes: os fabricantes são obrigados a organizar a lista na ordem do ingrediente em maior quantidade para a menor. Se o açúcar estiver em primeiro lugar na lista, pode ter certeza de que aquele não é um produto saudável. Prefira o produto que tenha no topo um ingrediente integral, como aveia ou farinha de trigo integral.

- Olho nos aditivos: ainda no rótulo, cheque se o que você está levando para casa tem excesso de corantes, edulcorantes ou espessantes. Esses termos que têm a sílaba “antes” são usados para descrever produtos artificiais, que devem ser evitados por toda a família.

- Cuidado com as gorduras: observe também o tipo de gordura utilizada no produto. Evite aqueles que contenham “gordura vegetal”, “gordura de palma”, “gordura vegetal hidrogenada”, pois são a famosa gordura trans com nome disfarçado (mesmo que na embalagem diga que não possui gordura trans).


Dicas para incluir frutas e legumes

Escolhendo a frutinha: seu filho pode levar qualquer fruta para a escola, o importante é ele gostar. Manga, melão, melancia melão e goiaba costumam agradar bastante por serem mais macias e doces. É mais fácil também picar essas frutas e criar porções com as quantidades que cada criança está acostumada a comer todos os dias. A mexerica, já descascada, é outra ótima opção.

Para conservar: para evitar que frutas como maçã banana e pera fiquem escuras depois de cortadas até a hora do lanche, esprema umas gotinhas de limão ou de laranja sobre elas, o ácido ascórbico das frutas cítricas impede a oxidação.

Versão baby: na hora de escolher os legumes, prefira os pequenos como tomatinho cereja ou a cenourinha. Eles são fáceis de serem armazenados e também chamam a atenção da meninada. Para evitar engasgos, sirva esses legumes para as crianças a partir dos 4 anos. A partir dos 2 anos, os pequenos já conseguem roer alguns vegetais crus, mas é importante sempre ficar de olho.

Medida certa: o ideal é colocar as frutinhas e os legumes em potinhos de 250 gramas. Você pode misturar frutas diferentes em cada porção ou também preparar um purê com caqui, pera ou maçã.

Na hora de guardar: as frutas picadas devem ser enviadas em potes para evitar o contato com o ar. Se for mandar frutas inteiras, coloque-as também em potes ou embale-as em papel filme, por ser mais higiênico.

Lancheira ideal: como as frutinhas costumam estragar com facilidade, prefira sempre mandar o lanche do filhote em lancheiras térmicas. As que têm um compartimento para gelo, pode conservar melhor o lanchinho.


Sobre o Gourmet Jr
A economista e influenciadora digital Camila Verdeja, 37 anos, foi uma criança com paladar muito seletivo. Ao ficar grávida do Santiago, hoje com 5 anos, resolveu que o menino não seria como ela e investiu na formação do paladar do filho. Após perceber que suas escolhas estavam dando certo, surgiu a ideia de compartilhar suas dicas e experiências com outros pais. Assim, ela criou o www.gourmetjr.com.br, um site que apresenta receitas, notícias, estudos e muitas informações sobre alimentação infantil saudável e que conta uma média de 44 mil acessos e 36 mil visitantes/mês únicos, tendo mais de 250 mil seguidores no Facebook.

Se gostou, nos siga aqui no blog e cadastre seu e-mail para receber as notificações.
Beijos, até a próxima!

Michelli Lanza